Animais de Estimação

Bom dia meus amores! Hoje venho falar como é ter dois animais de estimação em casa, no caso, uma cadela e um gatinho!

A adaptação

Sempre fui uma pessoa de cães, desde pequena. E sempre tive algum receio de ter gatos porque sempre dizem que são traiçoeiros, a minha cadela, a Queen, vocês já conhecem que eu já falei dela aqui no blog. No entanto, á cerca de 2 meses e meio decidimos adotar um gatinho. No inicio estávamos um pouco reticentes, não sabiamos se ele se ia dar bem com a Queen ou não. E também não sabiamos como tratar de um gato, porque é bem diferente de tratar de um cão. Mas… pesquisei muito sobre isso antes de o adotar. Não fui a um canil, porque a gata de um amigo nosso tinha acabado de ter uma ninhada, entao optamos por acolher um desses gatinhos. Fomos visitá-lo quando ainda só tinha um mês, e fiquei logo apaixonada eheh.

Só o levamos para nossa casa quando começou a comer ração, tinha mais ou menos dois meses e meio. Bem, no inicio foi um pouco complicado, a minha cadela é muito grande, e o gato tinha medo e assanhava-se, quando ele fazia isso ela ficava com medo também, então ela estava sempre a fugir dele. Irónico. Foi assim mais ou menos uma semana, aos poucos e poucos iam-se aproximando, iam-se conhecendo… Até que começaram a dar-se cada vez mais, hoje acho que o gato gosta mais da cadela do que de nós ahaha estão sempre a brincar, dão-se super bem! Portanto como vêm não é impossivel, basta terem paciência e não os forçarem a nada.

Oliver (o gato)

Sempre me disseram que os gatos são independetes, que gostam de estar sozinhos, etc. O meu não é nada assim, segue-nos para todo o lado, está sempre a pedir mimos e é um comilão! É um fofo na verdade, agora está com 5 meses.

É preciso saber algumas coisas antes de adoptar um gatinho. Ele vinha com pulgas, então tivemos que ir logo com ele ao veterinário, deram-lhe uma pipeta própria para a idade dele, e as pulgas foram morrendo. Depois teve que levar a primeira vacina… Acho que foram 2 em 2 meses, ou 3, já não me lembro bem. Tivémos que comprar outra pipeta e dar-lhe o desparasitante. Ou seja, no ínicio gasta-se algum dinheiro, portanto tivemos que estar preparados para isso. Fora as coisas que ele precisa em casa… Uma caixa de areia, taça de comida, um arranhador, brinquedos, areia, comida… Mas isto é só no inicio, porque depois é só ir comprando a comida e a areia!

A mim recomendaram-me comprar uma caixa de areia fechada, e faz todo o sentido, para ele não espalhar a areia, para não cheirar mal e também porque os gatos gostam de privacidade. Mas acho que comprei uma um pouco pequena, até agora sempre funcionou bem, contudo ele está a crescer e parece que já fica muito apertado lá dentro, por isso neste momento a caixa está aberta, e provavelmente vamos comprar uma maior! Portanto já sabem, se for o caso, comprem logo uma grande.

Espero que tenham gostado do post! Beijinhos grandes

Comments

    1. Post
      Author
    1. Post
      Author
    1. Post
      Author
  1. Vanessa

    Opaaaa que delícias!!! Eu tenho 4 porquinhas da India…e só não tenho mais animais porque tenho uma casa pequena 🙂 futuramente penso eu adoptar um gatinha…vamos ver. Beijinhoss

    1. Post
      Author
  2. Miriam Curado

    Opah 😍 tão fofos ❤️ Eu adoro gatos, e o teu Oliver é tão (mas tão) lindão pah 😍 só tenho a dar-te os parabéns por teres conseguido ultrapassar o teu “receio” e por teres adotado essa fofura ❤️

    1. Post
      Author
    1. Post
      Author

Deixar uma resposta