Costa Vicentina – Portugal | ALENTEJO

Hoje trago-vos umas dicas e ideias para umas férias pela costa vicentina. Eu fui o ano passado, é sem dúvida umas férias bem passadas.

Primeiro e para que saibam fomos de tenda ás costas para acampar em todos os pontos da costa vicentina, para além de ficar mais barato, queria estar mais ligada á natureza. Não me arrependo nada, mas admito que no final já estava tão cansada de dormir num colchão insuflável, que no ultimo destino procuramos um quarto para ficar e soube muito bem!

O nosso percurso foi este:

  • Começamos por Comporta e Tróia, demos uns mergulhos e seguimos para a lagoa de Santo André. Como chegamos lá já era fim do dia, optamos por jantar pelo parque e aproveitar o pôr do sol de lá. O parque que ficámos foi o Parque de Campismo da Lagoa de Santo André. O parque fica muito perto da praia, as casas de banho são limpas e têm água quente. Agradou me especialmente que a parte que ficam as tendas era bastante aberto, conseguimos pô-la virada para o mar e ali sim dá para estar em contacto com a natureza. No dia seguinte fomos á lagoa, muito tranquila e com uma praia linda, mas tinha um aviso que não se podia entrar na água da lagoa.

Este slideshow necessita de JavaScript.

  • No mesmo dia seguimos para Sines, fomos lá só visitar. Também é muito bonito, ficámos por lá a passear. E seguimos para Porto Covo, um dos sitíos que mais gostei. Escolhemos o Parque Campismo Porto Covo, fica mesmo no centro da vila, dá para ir a pé para as praias e para a vila. É muito acolhedor e familiar, tem piscina, a qual aproveitamos muito! Apenas não gostei da zona das tendas porque estava muito cheio e os espaços são pequenos, mas tudo o resto vale muito a pena. Á noite não se faz por lá muita coisa, a não ser passear portanto optamos por ir a Mil Fontes a uma festinha que havia por lá. É muito mais animado á noite. Estivemos duas noites em Porvo Covo, deu para explorar as praias e vale muito a pena!

 

  • Seguimos então para Mil Fontes, mal chegámos estava muito calor, fomos para a praia, a praia da vila, claro que estava cheia de gente, mas lá havia muitos desportes náuticos para fazer. O parque de Campismo era porreiro, era o Camping Mil Fontes, dá para ir a pé para a praia e vila. Tem mais animação á noite que Porto Covo, muitos bares, carrinhos de choque, etc. Jantámos num dos restaurantes da vila, já não me lembro do nome 🙂 mas comi muito bem e não foi muito expendioso. No dia seguinte ainda fomos explorar a praia das Furnas, muito bonita e enorme. A água estava gelada mas fora isso, aproveitamos bem!

Este slideshow necessita de JavaScript.

  • Fomos então para Zambujeira do Mar, não fomos para ficar a dormir lá. Apenas fomos passear e á praia do Carvalhal. Infelizmente estava um dia super incoberto, a sorte é que estava calor, mas passamos por paisagens lindas onde não dava para se ver quase nada. Aproveitamos a praia na mesma 🙂 Aqui vai umas fotos:
  • Nesse mesmo dia era suposto irmos dormir a um parque de campismo em Odeceixe. Mas estava um tempo mesmo mau, quase a chover. Então decidimos na ultima noite que iamos estar nesta roadtrip, descansar o corpo e ir procurar um quarto! Que saudades que tinhamos de uma cama ahah. Então lá fomos todos contentes, a pensar que ia ser muito fácil, somos mesmo andorinhas, claro que já não havia nada.
  • Percorremos a vila toda (muito gira por sinal, era capaz de lá passar uns belos meses)! E nada, já estava tudo ocupado, havia apenas um senhor que estava a alugar o quarto por 90€ noite. O que nós achamos um absurdo, já estavamos desesperados. Até que uma senhora lá nos disse que havia uma aldeia ali perto que também tinha quartos, e mais acessiveis. Então lá fomos nós, até que encontrassemos alguma coisa (parecia uma aldeia fantasma). Mas depois lá conseguimos, á beira da estrada tem muitos restaurantes, e num deles fomos perguntar, e voilá! Uma senhora muito simpática alugava quartos por cima do restaurante, 40€ a noite! Ufa, conseguimos! Tomamos o belo do banho e fomos jantar a uma pizzaria. Depois fomos a Aljezur, a um bar ao lado do rio, era de noite não deu para conhecer muito bem a cidade, fomos apenas a esse bar. Dava musicas dos anos 90, e era muito giro!
  • Dia seguinte passamos o dia na praia de Odeceixe, mal cheguei lá vibrei… Das praias mais bonitas e com montes de coisas para descobrir ! O rio que depois se cruza com o mar, rochas gigantes e grutas… Enfim, adorei mesmo. Aquele sitio é mesmo o meu estilo! Façam a Costa Vicentina, não se vão arrepender 🙂

Beijos maltinha!!!

 

Este slideshow necessita de JavaScript.

Deixar uma resposta